Vou abrir o Comércio morra quem morrer


Olá, sou Atalmir, pré candidato a vereador na cidade do Rio de Janeiro, a cidade maravilhosa pelo Partido dos Trabalhadores.

E o tema de hoje é: “Vou abrir o comércio, morra quem morrer”.

Lá no início desta pandemia, as pessoas se contaminavam por desinformação, as autoridades  médicas e as autoridades sanitárias não se entendiam, enfim tudo muito novo e confuso e desta forma as pessoas que vieram do exterior contaminadas, contaminaram muitas pessoas próximas.

China e Europa foram os primeiros epicentros da doença e nós aqui no Brasil, ainda sem casos conhecidos assistíamos tudo de camarote, alguns acreditando, torcendo e orando para que este mal jamais chegasse aqui.

Voltando um pouquinho, temos um sistema muito precário de saúde pública, onde por exemplo algumas doenças transmitidas por mosquitos são capazes de fazer um estrago muito grande entre nós, imagine então, se este novo vírus com essa velocidade anormal de contágio e alta taxa de letalidade chegar até nós, vamos ter muitas mortes por aqui.
 
M
as o pior aconteceu e o vírus chegou!

E quando chegou não era mais uma novidade no mundo, pelo menos já sabíamos como nos preservar da doença e as autoridades governamentais com base nas experiências dos outros países já sabiam que deveriam fazer o dever de casa para nos proteger, mas hoje, vendo a que ponto chegamos percebo que as autoridades não tiveram o zelo que deveriam ter com seu povo (E Daí?).

E
m 04 de julho, já foram infectados 1,5 milhões de brasileiros com mais de 63 mil óbitos. Me pergunto, quando isso vai acabar?

E algumas autoridades movidas pelo único interesse da reeleição, em buscar de um resultado orçamentário menos pior do que seria sem a pandemia, insistem em reativar  o comércio sem que ainda estejamos preparados para enfrentar essa doença no dia-a-dia, onde por exemplo muitas pessoas que não podem ficar em casa, continuam aglomerados em ônibus, BRT e Metrô aumentando assim a chance de contágio.

Especificamente aqui no município do Rio de Janeiro, temos uma fonte oficial de informação muito bem projetada para acompanhamento da doença diariamente, é o Painel COVID-19, elaborado pela Secretaria Municipal de Saúde, Superintendência de Vigilância em Saúde e o Instituto Pereira Passos, eu acompanho este site deste o início e ele sempre foi de simples compreensão, qualquer um poderia interpretá-lo tranquilamente e quando existiam informações acessíveis de contágio e óbitos separados por bairros, facilmente poderíamos especular que o grande número de infectados nos bairros da Zona Oeste (Campo Grande, Santa Cruz, Bangu, Realengo e adjacentes) eram de pessoas que se entupiam no BRT para trabalhar na Barra da Tijuca, outro grande foco de pessoas contaminadas, e bairros próximos.

Então, o que foi dito essa semana pelo prefeito de Itabuna-BA: “Vou abrir o comércio, morra quem morrer”, não será repetido verbalmente por nenhuma autoridade pública, sejam municipais, governamentais ou federal, mas infelizmente, por chegar onde chegamos (infectados/óbitos), percebe-se que nitidamente é assim que elas se comportam abrindo o comércio de forma irresponsável, morra quem morrer.

E
a população, também tem sua parcela de culpa, esta que acabou com todos os estoques de álcool gel, mascaras de proteção e estocou alimentos em casa quando houve as primeiras mortes, hoje aqui no Rio de Janeiro, movidos pela falsa sensação de segurança que lhe passaram, perderam o medo da doença, sentem-se seguros em viver no risco de contágio, mesmo tendo a informação diária do aumento do número de óbitos.

Em resumo:
Aqui, Ainda falta muito tempo para voltarmos a normalidade de nossas rotinas, ou seja, o novo normal.

Reflexão

Se não da para mudar o passado trazendo as vidas perdidas de volta, que mude o futuro através do presente com trabalho responsável e empatia por todos nós, para que possamos poupar muitas outras vidas preciosas”.

Vídeo: Prefeitura do Rio de Janeiro no Vermelho!



Vídeo: Afinal o que faz um Vereador?


E a você que me acompanhou até aqui, meu muito obrigado. Deus os abençoe, hoje e sempre. 

Economista Atalmir
Pré Candidato a Vereador do Rio de Janeiro
pelo Partido dos Trabalhadores (PT-RJ)

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Afinal o que faz um Vereador?

Prefeitura do Rio e suas contas no vermelho!